EMPRESAS

Desde o fim do monopólio da Petrobras na atividade de E&P no Brasil, em 1997, o país tem sido alvo de investimentos de petroleiras de diferentes nacionalidades, tanto na exploração quanto na produção.

O país possui 264 áreas produtoras sendo 256 áreas de concessão, 3 de cessão onerosa e 5 de partilha de produção, operadas por 37 empresas, que foram responsáveis pela produção nacional. Destas, 59 são áreas marítimas e 205 terrestres. Do total das áreas produtoras, 12 são relativas a contratos de áreas terrestres com acumulações marginais (dados de abril de 2021). A lista de concessões inclui também 237 blocos exploratórios. Só na produção, são 51 empresas com ativos no país, das quais 34 operadoras. Com ativos exploratórios, são 75 no total, das quais 37 operadoras.

Veja nesse capítulo os portifólios e histórico de atuação das petroleiras no país.