EXPLORAÇÃO

O mapa exploratório brasileiro deve se manter com mais de 200 blocos ainda por bom período de tempo, garantindo a continuidade do ritmo dos trabalhos de pesquisa por novos campos de óleo & gás no país, tanto no offshore, quanto no onshore.

Ainda que o país tenha deixado para trás o patamar de mais de 300 áreas, mantido até 2019, a carteira de ativos segue promissora com um total de 237 blocos espalhados por 20 bacias, ocupando área de 171 mil km2. São 225 sob o regime de concessão e 12 áreas de partilha de produção.

Veja neste capítulo detalhes da atividade de exploração por bacia sedimentar.