Uma publicação da Editora Brasil Energia

Exploração

1ª venda da Oferta Permanente

Ciclo inaugural vende 45 áreas para 19 empresas com bônus total de R$ 320,282 milhões

Ciclo inaugural vende 45 áreas para 19 empresas com bônus total de R$ 320,282 milhões

Atividade para além do pré-sal

Oferta Permanente visa diversificar o perfil de investidores em área para exploração e campos em produção (veja mapa interativo)

Diversificar e descentralizar o investimento em exploração e produção de petróleo, especialmente em terra, é o objetivo da Oferta Permanente. Como o nome sugere, essa modalidade desenvolvida pela ANP disponibiliza ativos permanentemente, tanto campos devolvidos (ou em processo de devolução), quanto blocos exploratórios ofertados em rodadas anteriores e não arrematados e blocos devolvidos à agência. […]

Potiguar

O período entre 1980 a 1990 foi a fase de maior investimento exploratório na parte offshore, quando foram perfurados 130 poços exploratórios, quase…

O período entre 1980 a 1990 foi a fase de maior investimento exploratório na parte offshore, quando foram perfurados 130 poços exploratórios, quase metade das 243 perfurações já realizadas na região até hoje. Considerada pela ANP como madura, a porção onshore potiguar hoje conta com quase 1.200 poços exploratórios perfurados

Reaquecimento a partir da venda de blocos

As recentes rodadas de licitação realizadas no Brasil movimentaram as atividades exploratórias e atualmente quase 20% da área em exploração é…

As recentes rodadas de licitação realizadas no Brasil movimentaram as atividades exploratórias e atualmente quase 20% da área em exploração é referente a leilões realizados em apenas dois anos

Sergipe-Alagoas

Com a queda nas atividades exploratórias nos últimos anos, a expectativa é grande em torno do teste de produção de Farfan, primeiro plano da Petrobras…

Com a queda nas atividades exploratórias nos últimos anos, a expectativa é grande em torno do teste de produção de Farfan, primeiro plano da Petrobras previsto para ser finalizado. Há previsão de instalação de uma plataforma na área em 2022

Tucano

A bacia tem 15 blocos sob concessão, mas todos os contratos são da Petra Energia e estão suspensos e em vias de ser extintos, devido às dificuldades…

A bacia tem 15 blocos sob concessão, mas todos os contratos são da Petra Energia e estão suspensos e em vias de ser extintos, devido às dificuldades financeiras da companhia

Solimões

Todos os 14 blocos em exploração no Solimões foram concedidos na 7ª Rodada, em 2005, e atualmente são operados pela russa Rosneft, que comprou as…

Todos os 14 blocos em exploração no Solimões foram concedidos na 7ª Rodada, em 2005, e atualmente são operados pela russa Rosneft, que comprou as concessões da PetroRio

São Francisco

A bacia tem 15 blocos sob concessão, num total de 34,6 mil km², nas mãos de Petra, Imetame e Cemes. Todas as áreas são da 7ª e da 10ª rodada e a…

A bacia tem 15 blocos sob concessão, num total de 34,6 mil km², nas mãos de Petra, Imetame e Cemes. Todas as áreas são da 7ª e da 10ª rodada e a maioria está sob avaliação de descobertas

Santos

Dos mais de 740 poços perfurados na bacia, quase 200 resultaram em descobertas. A partir de 2017 a área exploratória praticamente triplicou e hoje a…

Dos mais de 700 poços perfurados na bacia, quase 200 resultaram em descobertas. A partir de 2017 a área exploratória praticamente triplicou e hoje a área concedida em Santos soma 14,2 mil km²

Recôncavo

O Recôncavo é uma das regiões mais plurais do país em número de operadores, somando atividades da Petrobras, de petroleiras independentes nacionais,…

O Recôncavo é uma das regiões mais plurais do país em número de operadores, somando atividades da Petrobras, de petroleiras independentes nacionais, como a Imetame e a Great Oil, e de operadoras internacionais, como a sueca Maha, a chilena Geopark e a canadense Alvopetro
1 of 3